terça-feira, 24 de setembro de 2013

Cenas fortes: Assassino esfaqueia vítima, o enterra vivo e ainda bebe de seu sangue.

Um homem que tem identificação apenas como Aguinaldo Melo, o “Nino”, 27 anos, residente em Guarabira, foi encontrado enterrado, na localidade do sítio Canafístula, zona rural de Araçagi.
Segundo informações da polícia, o acusado identificado como sendo Jardiel Manoel da Silva, 18 anos, vulgo “Pelé”, encontrava-se bebendo com a sua esposa, em um bar da localidade e a vítima. Após se desentenderem e entrarem em vias de fato, o acusado efetuou aproximadamente 22 golpes de faca peixeira contra “Nino”.
Segundo próprios relatos da menor de 16 anos, esposa do acusado, que confessou ser usuária de drogas, ela pediu a “Pelé” que matasse “Nino” como prova de amor, por, ainda segundo a menor, a vítima ter se insinuado. A adolescente contou, com semblante de alegria, que assistiu o crime e que não se arrependeu em pedir tal prova de amor.
Assim “Pelé” desferiu os golpes de arma branca, enterrando-o em seguida em uma cova rasa ainda com vida. Em depoimento, o acusado disse que a primeira facada que deu na vítima foi no pescoço, em seguida, golpeou abaixo do umbigo ao ponto das vísceras sair da região do abdome. “Pelé” contou ainda que chegou a passar a língua na faca para sentir o gosto do sangue da vítima. Após os golpes de faca, “Pelé” arrastou corpo por cerca de 80 metros até os fundo de sua residência por achar que no local o terreno seria mais fácil para cavar e enterrou a vítima ainda com vida.
Segundo novas informações, a esposa e a irmã do acusado foram apreendidas na condição de menores e envolvidas no caso. Sobre a adolescente, esposa do acusado que pediu o crime como prova de amor, ela já teria encomendado a morte de uma pessoa do Conselho Tutelar de Alagoinha, porém o plano não foi realizado porque no dia marcado para a execução uma viatura da PM estava nas proximidades do provável local do crime.

Portal J1/Nordeste1
IMAGENS FORTES, A SEGUIR:    

  









 
 


Nenhum comentário:

Postar um comentário