sexta-feira, 28 de junho de 2013

Em Brasília: Dilma recebe grupos de jovens no palácio do Planalto.

BRASÍLIA — A presidente Dilma Rousseff está reunida na manhã desta sexta-feira com representantes de 24 movimentos de juventude. Ao longo de toda a semana, Dilma recebeu entidades e políticos para discutir os cinco pactos "pelo Brasil" que anunciou na última segunda-feira. Ontem ela manteve longos encontros com os presidentes dos partidos governistas e líderes da base aliada na Câmara e no Senado. Na quarta Dilma recebeu as centrais sindicais e na terça esteve com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), com representantes dos Movimentos Urbanos e com os presidentes do Supremo Tribunal Federal, da Câmara e do Senado.
Os grupos de juventude apresentaram a Dilma uma variada pauta de reivindicações, que passa pela taxação de grandes fortunas, descriminalização do aborto, repressão à violência policial e mais investimentos em políticas para os jovens. O Conselho Nacional de Juventude (Conjuve), se comprometeu a enviar para a presidente um relatório sobre os excessos cometidos pela polícia durante as manifestações país afora.
Segundo o representante da juventude da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Alfredo Santos, todos apoiam a proposta do governo de fazer reforma política por meio de um plebiscito. Ele disse que este será o tema de uma grande campanha com esta bandeira. Já a representante da Marcha das Vadias do Distrito Federal, Guaia Monteiro, disse que o governo está "antenado" com as demandas dos jovens.
Thiago de Paula, da Agência Solano Trindade, da periferia de São Paulo, disse que aproveitou o encontro com Dilma para denunciar a matança que a polícia vem promovendo tendo os jovens negros e pobres como alvo.
— Vim trazer uma mensagem para a presidente sobre o genocídio da juventude pobre negra. É a polícia que chega e mata. Se o governo não se mexer, os jovens vão continuar fazendo manifestações. Cada jovem que morre é a gente que sente — desabafou
Além dos jovens estavam presentes à reunião os ministros Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência) e Aloizio Mercadante (Educação).
O encontro com os jovens, inicialmente marcado para as 10h foi antecipado para as 9h30 porque Dilma chegou mais cedo ao Palácio do Planalto e mandou chamar a juventude. Em seguida, a presidente receberá representantes do Movimento Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros (LGBT).
Os movimentos de juventude que estão com Dilma nesta manhã são: Conselho Nacional de Juventude (Conjure), UBES, Movimento Sem-Terra (MST), Central Única dos Trabalhadores (CUT), Marcha Mundial das Mulheres, Coordenação Nacional de Entidades Negras (Conen), Levante Popular da Juventude, Rede Fale, Hip Hop, Forum de Juventude de BH, União da Juventude Socialista (UJS), Juventude do PT(JPT), UPL, JSB, JSPDT, JPMDB, UNE, PJ, CTB, Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), Marcha das Vadias, Fora do Eixo e Agência Solano Trindade.

Portal G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário