segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Anderson Silva fala pela primeira vez depois do acidente que o afastou das lutas.

O lutador de UFC Anderson Silva fala pela primeira vez desde que se acidentou em uma luta contra o lutador Chris Weidman, ao tentar recuperar o cinturão, o qual tinha perdido para o mesmo adversário em junho de 2013. O acidente aconteceu durante a luta, quando Anderson chutou o adversário e quebrou a própria perna, no sábado 28/12/13, na edição de numero 168 do UFC.
“Quando eu chutei ela fez um barulho estrondoso assim de osso realmente quebrando, e a dor é uma coisa assim... Absurda” Destacou Anderson.
Brasileiro de Curitiba no Paraná, Anderson mora com a família em Los Angeles, na Califórnia, nos Estados unidos da América, há seis anos, e em entrevista especial ao Fantástico, Anderson revela sentimentos e medo de não poder voltar a lutar. Um verdadeiro drama.
Anderson se pergunta o porquê disso tudo ter acontecido com ele.
“A todo o momento eu fico tentando entender o porquê né. Porque eu tinha que quebrar minha perna? Porque que eu tinha que passar por essa situação? Eu estou tentando entender qual é a mensagem que Deus está tentando me dar nesse momento” Frisou.
O lutador afirma reconhecer detalhes de erros técnicos que ele cometeu, destacando que deveria ter desviado a atenção do opositor com um soco no rosto, e que o lutador Weidman teria levantado a perna de forma instintiva, o que quer dizer que ele não estava preparado para se defender daquele chute.
Anderson questiona a vitória de Weidman e defende que ele não venceu a luta, destacando que o que aconteceu foi uma fatalidade e que a regra é clara. Silva disse que se tivesse mais luta pela frente ele teria sido vitorioso.
“Eu tenho plena certeza que eu teria vencido ele. Tenho plena certeza disso” Destacou.
O dramático acidente com Anderson Silva o levou a ficar com medo de não voltar a andar, e possivelmente, não voltar a lutar. Com quase 39 anos de idade, Anderson tem vontade de voltar a lutar e disputar novamente com o Weidman, mesmo que não seja por disputa de cinturão, mas o que Anderson quer, é voltar ao Octógono.
“Acho que eu tenho muito ainda pra fazer dentro da luta e não tenho essa intenção de parar não” Afirmou.
Anderson afirma que vai voltar a lutar e trazer muitas alegrias para o povo que curti o UFC.
Esperamos que o tempo seja o maior parceiro nesta recuperação e lhe traga bons resultados. O tempo lhe fará ser auto conhecedor de seus próprios limites.

             
Da redação Conde News com You Tube.

Nenhum comentário:

Postar um comentário