terça-feira, 17 de abril de 2012

OS VEREADORES DO MUNICÍPIO DE CONDE ACUSARAM A PRESIDENTE DO SINDICATO DOS FUNCIONARIOS DE FAZER DA CÂMARA MUNICIPAL UM PALANQUE ELEITORAL.


                         ELA AINDA SAIU COMO TERRORISTA.
Os parlamentares condenses estão em pé de guerra com quer que seja que tenha um nome bem aberto ao público e que seja pré-candidato neste pleito de 2012.
Após várias criticas aos ex-secretários da atual gestão condense que lançaram seus nomes para o pleito deste ano, e que foram acusados de fazerem uso da máquina publica, o ultimo alvo dos vereadores foi a presidente do sindicato dos funcionários públicos de Conde- PB, a senhora Josenilda Alencar, que também é pré-candidata a vereadora no município de Conde.
Na sessão da Câmara municipal desta segunda 16/04, o vereador Fernando Araújo começou seu discurso dizendo que o mérito do aumento do salário dos professores do município era do prefeito e do vice-prefeito e não da presidente do sindicato, momento em que ele a chamou de terrorista e que ela crescia nas costas dos outros querendo aparecer sem fazer nada.
O vereador Léo de Jacumã disse que não se pode usar uma classe assim e querer jogar o magistério contra o poder executivo e o poder legislativo, e que ela só usou a tribuna da câmara para falar de candidatura.
Já o vereador José Mangueira disse que ela não deveria usar como palanque político a tribuna da câmara municipal, e que a tribuna estaria aberta para os membros da câmara e para alguns representantes, mas não para ser usada tirando proveito, e conseqüentemente, lançar uma candidatura a vereadora.
Da redação por Arimatéia Sousa.

                                                                                    INÍCIO

Nenhum comentário:

Postar um comentário